17/09/2016

O Demonologista

||



Sinopse: O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.
Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.


Levei bastante tempo para escrever essa resenha pois não sabia se estaria apta a resenhar esse livro, pois considero algo bem complexo de fazer, mas aqui estou e vamos em frente!
Eu iniciei a leitura esperando e querendo um livro que trouxesse casos de possessão e como o diabo se manifesta na prática. Acho que essa minha expectativa errada acabou atrapalhando a minha leitura e com isso o livro se mostrou bom, no entanto sempre com um "mas" acompanhado.

Em O Demonologista temos David, um professor universitário especializado em assuntos relacionados ao diabo, que apesar de estudar sobre o dito cujo, parece não acreditar muito na existência dele. Pois quando David é convidado por uma mulher misteriosa a ir até Veneza presenciar algo sobrenatural, ele simplesmente resolve levar a filha de 12 anos junto. Atitude de alguém que só poderia ser bem cético sobre o caso.
Então eles partem pra Veneza e David deixa sua melhor amiga, que acaba servindo como uma consciência pra ele durante toda a história. Mas a partir do momento que acontece algo com sua filha, David deixa o ceticismo de lado e começa acreditar que aquilo tudo é real e tem de correr contra o tempo para salva-la.



O Demonologista não tem nada de aterrorizante, apesar de ter a presença do Diabo, por algumas vezes fora do convencional. o livro é estritamente filosófico e psicológico, cheguei até me considerar meio ignorante durante a leitura por não captar certos pontos ou achar massante outros, mas na verdade o livro pesa nas citações e interferências de outra obra O Paraíso Perdido de John Milton, e com isso deixa de explorar situações interessantes em sua própria história. Algumas explicações acabaram ficando rasas, pelo menos pra mim.

É difícil ler este livro e não compara-lo a Inferno de Dan Brown, ou algum livro onde tenha o Robert Langdon. Pois tanto um quanto outro tentam desvendar enigmas baseados em dicas de outro livro e outro autor. Mas achei David um pouco fraco enquanto profissional, ele não pareceu um demonologista de fato, mas sim um estudioso de apenas um livro, já que sabia de cór inúmeras partes de Paraíso Perdido.

A escrita do autor, Andrew Pyper é um ponto forte, pois é ágil e faz você ler rápido, apesar do conteúdo em alguns momentos, carregado. Com o final dúbio, O Demonologista se mostra um ótimo livro se considerado como um livro de filosofia, um livro para tentar entender a mente de um homem, no caso o David, de tentar entender a mente humana em situações de desespero. Por outro lado, O Demonologista, mesmo sendo bom no geral, deixou a desejar um pouco e acabou me decepcionando.



E vocês, já leram? Se não, eu indico que leiam, afinal essa é só minha opinião, o que não funcionou pra mim pode funcionar pra vocês.

16 comentários:

  1. Por muito tempo desejei esse livro e o comprei há pouco tempo.
    E para ser sincera interrompi à leitura. Não por vontade,mas sim por achar que precisava de tranquilidade para lê-lo. Coisa que não ando tendo ultimamente.
    Mas estou louca para terminá-lo!

    E até achei bom não ser de terror.
    Acho que tem um pouquinho de suspense ,que prefiro mais. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, precisa de tranquilidade pra lê-lo mesmo, até pra captar bem os personagens.
      Beijo

      Excluir
  2. Apesar de o livro não ser aterrorizante, trata de um assunto bem legal, principalmente porque é mais filosófico e psicologico (sou meio suspeita quando se trata desses temas, já que é a minha formação). Eu nunca li nem esse livro e nem o livro que você comparou, embora já tinha ouvido falar sobre ambos. Vou procurar saber mais sobre os dois e ver se adiciono na minha wishlist.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que você já é do meio, tu ia gostar desse livro.
      Leia quando puder =)

      Excluir
  3. OOi!
    Já vi algumas resenhas desse livro, e confesso, continuo passando a dica. haha. Assim como você ressaltou, ele tem cara mesmo de ser bem complexo e filosófico; e no momento acho que acabaria me decepcionando pois ando procurando algo mais leve e divertido. Se é que me entende...
    Enfim, parabéns pela resenha!

    beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo si,. Temos momentos que queremos algo diferente, aí é melhor nem ler mesmo rs.
      Beijo

      Excluir
  4. apesar de você dizer que não é aterrorizante nem nada o tipo ainda fico com uma pulga atrás da orelha!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente fiquei meio perdida, afinal em que categoria se encaixa o Demonologista? Terror, suspense, ficção ou relatos verídicos? hihihih, acho a capa linda e a edição um primor, mas ainda não comprei o meu (falta de dinheirinhos né?). Gostei da maneira com que você abordou o livro, falando que mesmo sendo um livro não tão linear é de uma escrita fluida, acho que isso ajuda na leitura! Boa resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu encaixaria em terror e drama.
      Obrigada.

      Excluir
  6. Poxa, ia ler pensando o mesmo que você, que o livro focasse em possessões e fosse bem de terror mesmo, mas ainda assim quero lê-lo!

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Tenho esse livro na minha estante. Como todos os livros DarkSide, a capa é linda. Estou ansiosa para começar a leitura, acho esse tema muito interessante. Que pena que você ficou decepcionada com a leitura. Espero gostar muito! Ótima resenha, bem explicada e sincera. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Nunca li nada do Dan, então não conseguiria comparar, hahaha. Mas gostei da premissa. Pena saber que o personagem é fraco como demonologista. Espero que por eu não ter lido nada do Dan Brown não sinta a mesma coisa.
    A edição da DarkSide é linda demais! <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De qualquer forma, é um bom livro e vale a leitura.
      Beijos

      Excluir

Sejam bem-vindos e comentem a beça!

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.