31/10/2016

Uma linha de bolsas para meus/seus livros

||
Ei!

Vamos a alguns momentos nostálgicos. 
Quando eu era criança/adolescente, duas mochilas marcaram minha vida, a primeira foi da Company. Eu nasci no fim da década de 80, e quem foi criança naquela época irá lembrar que essa mochila era uma febre! Depois que fui crescendo, a moda era ter mochila jeans, e assim essa foi a segunda mochila marcante na minha vida. Mas entre essas mochilas e meu amor por estojos de animais, outra moda na época, eu via e desejava um estojo de tecido e que vinha com um chaveirinho de macaco, sempre produtos muito coloridos, e eu que sempre amei cor, sentia os olhos brilharem desejados por aqueles estojos e depois por mochilas. Na época, vim a descobrir que esses estojos e mochilas que tanto chamavam minha atenção, era de uma marca chamada Kipling.

Mas o tempo foi passando, o dinheiro ficando cada vez mais difícil e a vontade daquela jovem Nati, foi ficando adormecido, até há alguns anos, onde tendo o blog eu acabo tendo contato com as novidades de tudo que sai pela internet e qual foi minha alegria ao perceber que a Kipling permanecia firme e forte no mercado de bolsas e até mesmo sapatos. Infelizmente pra mim, o preço dos produtos continua alto, ainda mais agora estando desempregada. Mas, está rolando a quarta edição do Correspondente Kipling e dessa vez me enchi de coragem e esperança e resolvi arriscar, pois mesmo com vários blogs excelentes participando, se eu não acreditar em mim e no meu trabalho, quem vai acreditar, não é mesmo?




Dessa vez a Kipling dividiu o concurso por cinco linhas de produtos, então será uma correspondente por cada categoria. Eu que sou uma pessoa que presa o conforto, escolheria ou a linha Shoes, que tem calçados lindos e confortáveis, ou Everyday, pois é uma linha bolsas para o dia a dia. E foi justamente essa linha que escolhi, Everyday. A minha escolha foi pensando na minha realidade atual, eu estou desempregada, então quando saio de casa, são pra lugares da minha rotina ou passeios durante o dia, essa linha de bolsas é perfeita pra mim, além de combinarem com qualquer bolsa e serem ideias pra carregar meus livros pra cá e pra lá. E foi pensando nos meus livros, que me inspirei a fazer esse post, tanto é que eles estarão presente através de uma mini fotonovela que fiz, acompanhem. :D





Além das características das bolsas, citadas na fotonovela, elas tem muito mais! Pois juntam na mesma peça, beleza, cor, praticidade, conforto e funcionalidade. além de vir com o macaquinho do amor, junto ♥

Para conhecerem mais sobre cada bolsa, algumas da linha EveryDay, ou até mesmo já efetuarem as compras de vocês, só clicar no nome da bolsa escolhida:



Para estreitar a relação de seus livros com as bolsas Everyday da Kipling, criei alguns marcadores para vocês fazerem o download da imagem e imprimirem. Escolham um papel mais durinho pra imprimir(de gramatura maior) e cortem rente a beirada branca. Qualquer dúvida sobre como salvar a imagem, só deixar nos comentários.




 Espero que tenham gostado e conto com a torcida de vocês! ♥

Playlist: Dia do Terror

||


Ei!
Chegou o último post do Especial de Halloween! Resolvi postar logo para vocês poderem aproveitar a playlist ao longo do dia e também porque mais tarde deve ir outro post ao ar, já voltando com a programação normal do blog.
Peço desculpas pelos imprevistos que tivemos ao longo do Especial, fazendo com que alguns posts não fossem ao ar, em todo caso, espero que tenham gostado tanto quanto eu.

Agora, let's dance and happy Halloween!



 

29/10/2016

Comentários sobre a maratona de filmes

||


Ei!
No dia 14/10 a booktuber Tati Feltrin organizou uma maratona de 24 horas de filmes de terror. Eu fiquei bem empolgada quando vi o anúncio de seu vídeo, pois nunca tinha participado de uma maratona assim. E meu amor topou participar comigo, quando tivesse voltado do trabalho. Então eu passaria o dia todo assistindo filmes e quando ele chegasse, passaria a noite também. Mass, nem tudo deu certo, pois nesse dia eu acordei com a rinite alérgica bem atacada, então só consegui assistir 1 filme de dia, e outros 3 a noite. Acabei falhando miseravelmente na minha meta de 8 filmes, mas mesmo assim foi muito bom participar e vou tecer breves comentários sobre cada um dos filmes que assisti.


O Chamado


O Chamado foi o primeiro filme da maratona que assisti, e escolhi justamente para começar por ele, pois eu ia assistir de dia, e não sou boba nem nada haha. Eu gostei do filme, principalmente porque ele não foi tão assustador quanto imaginei que seria. Mas ao mesmo tempo esse também foi um ponto negativo do mesmo. Mas apesar de ter uma história interessante e bem amarrada, acho que toda explicação acabou perdendo o sentido, já que já sabemos que teve um segundo e terceiro filme com o retorno de Samara.


Quando as luzes se apagam


Esse foi o segundo filme assistido e tenho de dizer uma coisa, o trailer é mais assustador que o filme. O filme começa bem com jogo de luz e sombra numa empresa cheia de manequins, o que dá um tom assustador, mas a partir daí ele deixa a desejar. Simplesmente pois não há um mistério que segure a história, desde o início já sabemos quem é aquele ser das sombras e porque está ali, o que também não é um grande motivo.


Horror em Amityville


Já estava com vontade de assistir esse filme desde Invocação do Mal e pelos mesmos motivos, é baseado em uma história real. História essa que é bem controversa. Essa versão que assisti, foi a de 2005 com o Ryan Reynolds e tenho que dizer que gostei bastante do filme, apesar de algumas cenas meio bizarras no fim, que achei desnecessárias pra história, mas mesmo assim o filme convenceu e o Ryan soube passar bem a história do homem que estava sendo possuído por um ser do mal que estava presente naquela casa.


The Babadook


Que filme incrível!! Sério, esse filme é sensacional e vocês precisam assistir! Ele é muito assustador, mas não pela figura do monstro em si, mas por conta da presença dele na vida da mãe e do filho. Esse é um daqueles filmes que quando você acaba de assistir, você pode ficar horas conversando sobre e tecendo teorias para explicar o que significa o Babadook e o que ele representa na vida daquela mulher. A minha vontade é ficar falando dele aqui durante muito tempo, mas para não soltar spoilers, vou indicar um post do blog Rosto de Neve onde a Su faz uma análise maravilhosa sobre o filme, mas só leia se já tiver assistido, se não vai tirar o mistério.


E esses foram os filmes assistidos. Já assistiram algum desses?


28/10/2016

Indicação de amigos: mangás e animes

||


Ei!
Devido a uma semana atribulada e cheia de acontecimentos, a programação do Especial acabou sendo prejudicada. Tivemos dois dias sem posts e nesses próximos dias teremos algumas alterações também. Mas o post de hoje continua firme e forte.
Convidei quatro amigos que consomem animes/mangás para dar suas indicações pra vocês, relacionados a temas de Halloween, ou seja, terror, sobrenatural e/ou violência. Cada um indicará um, e se vocês clicarem na imagem de suas indicações serão direcionados pro blog de cada um.
Muito obrigada Matheus, Nath, Brubs e Aninha, vocês foram demais! ♥



Retirado do ig do Matheus.














Gostaram das indicações?
Já conheciam algum?


26/10/2016

TAG: Halloween com o Norte

||


Ei!
Desculpem pela falta de post ontem, eu até avisei na fanpage do blog que não teria, mas ontem uma amiga muito especial faleceu e eu não tive cabeça nem tempo para fazer o post. Então, a princípio o de ontem não vai sair mais. Mas pode ser que eu encaixe em algum outro dia. Fiquem acompanhando.
Hoje vou responder uma tag muito bacana criada pela autora Luisa Soresini, parceira do blog e autora do livro A Filha do Norte.


1. Michelle, a medrosa. 
Todos nós sabemos que o maior medo da Michelle, protagonista de A Filha do Norte, são aranhas. Tanto que ela tem mais medo dela do que de certas pessoas suspeitas... E você qual é seu maior medo?

R.: Eu sou uma pessoa bem medrosa também, falando a verdade. Mas tenho muito medo de andar sobre ponte, andar a pé, quase um pavorzão. Também tenho medo de palhaços, desses mais caracterizados, sabem? E tenho medo de perder os dentes.


2. Carl, o travesso. 
Carl é o Rei das Travessuras, tanto que tenta armar uma grande armadilha para Michelle. E você, se fosse para pregar uma peça em alguém, o que você faria?

R.: Eu odeio levar sustos, então acho que não pregaria peças em ninguém. Mas tem um vídeo que assisti de pessoas fantasiadas de pikachu, jogando pokebola nas pessoas, como se estivessem caçando pokémon, eu achei demais e faria numa boa.


3. Frank, o criador de monstros. 
Frank, cientista maluco, está pensando em transformar você em um monstro, que monstro você gostaria de ser e por quê?

R.: De seres sobrenaturais, gosto muito de vampiros. Será que vale? rs


4. Luka, o bruxo.
Luka irá lhe ensinar um feitiço. Qual você gostaria de aprender e por quê?

R.: Accio! quer feitiço melhor pra uma pessoa preguiçosa, do que esse?


5. Christofer, o invisível. 
Tem momentos que você gostaria de sumir do mapa. Conte para o Christofer qual é o momento mais constrangedor da sua vida, que vez você querer ficar invisível?

R.: Com certeza já passei por alguns, mas sinceramente não me lembro de nenhum em específico.


6. Ethan, o inteligente. 
Ethan precisa de novas indicações de autores para colocar na sua coleção de livros sombrios. Quais vocês indicam a ele?

R.: Vixi, ainda não tenho tantas indicações de autores sombrios assim. Mas leia O Vilarejo do Rapha Montes.


7. Wolf, o solitário.
Wolf está sozinho na floresta e precisa de algum animal para auxiliá-lo no caminho. Qual você sugeriria para ele e por quê?

R.: Um lobo! O Wolf já é um lobo, nada melhor do que outro da mesma espécie pra não se sentir só rs.


8. Danton, o galã.
Danton quer convidar só os mais poderosos de mundo para uma festa de Halloween. Quem ele deveria chamar e por quê? (Valem pessoas vivas e mortas)

R.: J.K. Rowling, porque ela é rainha, ne mores?! E o Michael <3 meu rei do pop.


9. Elza e Meredith, as procuradoras.
Elza e Meredith, as bruxas, vão usar seus procuradores para achar algo que você perdeu. O que seria?

R.: Poderiam me achar dinheiro? Hahah


10. Mina, a estilista. 
Mina vai deixar você escolher uma fantasia para entrar na festa do Danton, qual você gostaria?

R.: Adoro fantasias! Vocês podem perceber isso nesse post aqui. Talvez algum cosplay da Chii, ou Saori, ou uma roupa perfeita da Mary Poppins. São as opções que vem a minha mente agora.



24/10/2016

Dicas para se fantasiar

||

Ei!

Aqui na Brasil associamos o Halloween mais a uma comemoração ligada ao terror ou seres sobrenaturais, o que é bem aceitável, mas nos EUA tem várias festas a fantasia nessa data, e nem sempre você precisa se fantasiar com esses temas. Aqui no nosso país, cada vez, isso vai virando costume e já podemos ver várias festas por aí. Então se você vai participar de alguma, ou preparar a sua própria, hoje vou dar umas diquinhas para se fantasiar.

No meu antigo emprego, sempre tinham campanhas motivacionais que "pediam" uma fantasia ou caracterização, e eu como sempre adorei essas coisas, sempre aproveitava. Na minha família sempre tem alguma festinha temática também. Eu sempre fui muito criativa e sempre gostei de fazer as coisas sozinhas, sem comprar fantasia pronta, sabe? Por isso as minhas dicas, são bem simples e de alguém que põe a mão na massa rs.



Está sem ideia? Pergunte ou pesquise!

As vezes estamos sem nenhuma ideia pra uma fantasia legal, então o que temos que fazer? Procurar o tio Google e os amigos rs. Isso foi o que fiz em muitas vezes. Eu vou caçando mesmo no google, jogo "fantasias femininas" e vou colocando personagens que gosto ou algum tema pra encontrar ideias de fantasias. Lógico, que nessa busca você vai acabar encontrando outros tipos de fantasia também, se é que me entendem. Perguntar aos amigos também é muito válido. Pra mim nunca funcionou tanto, pois as ideias são sempre fantasias mais comuns sabe? E eu não gosto tanto. Mas já ajuda e dá uma boa direção.


Adapte seu estilo à fantasia!

Acabei de falar que não gosto muito de fantasias comuns, certo? Pois bem, essa sou eu, mas vocês tem que adaptar seu estilo à fantasia. Não adianta, por exemplo, você colocar uma fantasia de Mulher Gato se você não curte roupas que marquem o corpo, deu pra entender? Eu gosto de me fantasiar de coisas fora do convencional ou de personagens que eu gosto, então tento sempre fugir do convencional de espanhola, vaqueira, Branca de Neve, e por aí vai.


Aproveite suas peças!

Essa é a dica que mais gosto, pois é a dica da economia! haha. Aqui é pra você aproveitar as peças e acessórios que já tem no seu guarda-roupa. Ou seja, você primeiro vê tudo que você tem, pra depois pensar em uma fantasia que dá pra aproveitar. Aqui também vale pedir uma coisinha ou outra emprestada pra amiga, ou do namorado. Eu, por exemplo, já reaproveitei peças de outras caracterizações que fiz, pra uma nova, como chapéu e luvas. Se você pensar direitinho e analisar seu armário, vai encontrar muita coisa bacana, certeza!



Essas são as pequenas dicas de hoje. Espero que lhes ajudem a achar uma fantasia/caracterização bacana pra aproveitar o Halloween.




23/10/2016

3 nostalgias

||


Ei!

Quando pensei na programação do nosso Especial, eu tinha que de algum jeito inserir uma velharia ahaha, e é o que trago pra vocês hoje. Quem é da década de 80/90 como eu, vai se lembrar dos que vou falar aqui e até matar um pouco de saudades, que tal?
Resolvi relembrar um pouco junto com vocês, um filme e duas séries que tem tudo a ver com Halloween.


Abracadabra (Hocus Pocus)


Tem coisa mais Halloween da década de 90 do que Abracadabra? Não, não tem! Por isso já comecei por ele. Esse filme passou tantas vezes na Sessão da Tarde que já perdi a conta e também perdi a conta de quantas vezes já assisti. Se bobear ele passa até hoje. (vamos aguardar dia 31 pra ter certeza). Essas três bruxas que voltam a vida por conta do sacrifício de um virgem e acaba metendo dois irmãos em muitas enrascadas. O filme é leve e divertido e nostalgia total! Detalhe: Só eu não sabia que a bruxa loira era a Sarah Jéssica Parker? *abismada*


Sabrina, aprendiz de feiticeira




Ai gente, que saudade que bateu agora!! Tinha série mais divertida sobre bruxa, do que Sabrina, aprendiz de feiticeira? Eu adoravaaa ver os apuros que essa guria se metia, com suas duas tias e seu gato. Era bom demais! Me deu até vontade de assistir de novo. E ainda passava na Globo, na época do programa Angel Mix, bons tempos!


Clube do Terror



Essa série televisiva produzida pela Nicklodeon, e exibida aqui no Brasil pela Record, reunia um grupo de amigos que toda noite se juntavam ao redor de uma fogueira para contar histórias de terror. Meus primeiros medos e sustos foi com essa série, que era demais! Algumas coisas eram meio bizarras, mas isso era até engraçado. Mas tinham muitas histórias misteriosas e isso era muito instigante e dava uma adrenalina rs. No youtube vocês encontram vários episódios, acho até que vou voltar a assistir.


E vocês, quais lembranças nostálgicas vocês tem do Halloween ou com esse tema?


22/10/2016

Wishlist: Darkside Books

||

Ei!

Seguindo a programação do Especial de Halloween, hoje é dia de wishlist literária e nada mais justo que a wishlist ser somente com uma editora, editora essa que está dominando o mercado editorial nacional na linha de terror, a Darkside Books. Mas antes de falar dos meus desejados, queria falar um pouco sobre minha relação com os livros da editora e do gênero.


Alguns dos nossos livrinhos da caveirinha

Meus gêneros preferidos sempre foram chick-lits e romances, as vezes me aventurava num thriller ou policial e costumava gostar bastante. Até que comecei a despertar interesse em ler Stephen King e seu filho Joe Hill, mas até então eu era um pouco receosa de fazer a leitura de livros mais terrorzão, sabe? Mas aí li O Pacto e A Estrada da Noite e a minha vontade e curiosidade de ler mais coisas do gênero só aumentou. Bem o tempo foi passando e nesse meio tempo a Darkside Books surgiu com suas edições lindíssimas, e atenciosos com todos os leitores nas redes sociais e foi ganhando espaço. Se destacando com seu trabalho editorial impecável, tanto que até leitores que não gostam tanto do gênero começaram a desejar ter livros da editora na estante. 
Mas voltando a minha pessoa, eu comecei a namorar o namorido, e desde que nos encontramos, se encontraram também nossos gostos literários e com isso, através dele eu fui me apaixonando cada vez mais pela caveirinha. Hoje temos vários livros em nossa estante e o desejo é aumentar cada vez mais. E terror é um dos gêneros que mais tenho lido ultimamente e mais tenho me instigado a esperar e ansiar por novos livros.
E o melhor da Darkside Books, é que eles tem variado em sua linha editorial, então agora também temos a Darklove que são livros mais pro romance, mas com aquele q de caveirinha, e ano que vem eles virão com mangás de terror <3

Então, agora que já falei aos montes, fiquem com a minha pequena wishlist da editora. Separei apenas 6 livros para não ficar ainda maior o post, e eles estão por ordem de desejo, do maior pro menor.



1. Conheça  | compre
2. Conheça | compre
3. Conheça | compre
4. Conheça | compre
5. Conheça | compre
6. Conheça | compre

E vocês, qual seus livros preferidos da editora?


21/10/2016

Por que Invocacão do Mal 2 é um ótimo filme de terror

||


Ei!

Eu já queria fazer um post sobre Invocação do Mal há algum tempo, desde que assisti o 2, mas o tempo acabou passando e a postagem veio muito a calhar nesse Especial de Halloween. Já aviso logo que pode ler esse post sem medo, pois não tem nenhum spoiler sobre o filme e também não coloquei nenhuma imagem muito aterrorizante. Então vem comigo, que conto, a partir da minha opinião, porque Invocação do Mal 2 é um ótimo filme de terror.

Não sou muito entendedora do gênero, até porque comecei a assistir mais assiduamente de uns anos pra cá. Mas pra mim, filme bom de terror, é aquele que assusta sem revelar tanto, ou que nos deixa em dúvida do que é real.


Baseado em fatos reais


Como vocês devem saber, ou pelo menos a maioria, Invocação do Mal 1 e 2 são baseados em casos do casal de demonologistas Ed e Lorraine Warren. O filme que estou abordando é inspirado no caso do poltergeist de Enfield, ocorrido na Inglaterra em 1977. Se quiserem ler mais sobre o caso, só clicar aqui. Quando um filme é baseado em fatos reais, isso desperta ainda mais o interesse do público. Seja pra comparar a adaptação com a realidade e achar falhas ou semelhanças, ou seja, no caso de um filme de terror, começar a duvidar ou crer em situações sobrenaturais, visto que se é baseado numa história verídica, imagina-se que tudo aquilo é real. Independente das diferenças do que realmente aconteceu em 77, Invocação do Mal 2 desperta a curiosidade e no mínimo consegue atrair um grande público já por esse motivo.


A escolha dos atores



A escolha de Patrick Wilson e Vera Farmiga já foi acertada desde o primeiro filme. Eles tem química em cena e passam muita verdade. Sinceramente, não consigo mais imaginar o casal Warren nos cinemas sem ser com os dois. A Farmiga está ainda mais incrível no segundo filme, a sensibilidade com que ela conduz suas cenas e o desespero que conseguimos sentir em seu olhar, é algo que só grandes atrizes conseguem, e ela é uma. Ela praticamente conduz o filme. Mas tenho que citar também a escolha da atriz mirim Madison Wolfe para viver a Janet. A personagem exigia muito dela e ela soube carregar esse fardo muito bem, em várias cenas impactantes que se exigia dela.


Verdade ou mentira?


Em certos momentos do filme, você começa se perguntar se tudo aquilo é verdade ou mentira, pois Lorraine Warren não tem as mesmas sensações que existem em outro caso, então a dúvida paira no ar de alguns personagens e até mesmo do público. Essas questões acabam dando um dinamismo maior ao filme.


A aparição demoníaca e os sustos


Nesses filmes sempre temos uma aparição demoníaca, que em Invocação do Mal 2 é representada por uma freira do cabrunco, que apesar de muita gente ter achado meia boca, eu achei apavorante, principalmente uma cena de plano contínuo onde essa freira está presente. Além disso, o diretor trabalha muito bem os sustos nos momentos certos. Aqueles momentos que você olha e pensa vai dar merda, aí quando você pensa que passou e não vai ter uma aparição naquele momento, vem um treco e te assusta quando você não ta esperando. Confesso que em algumas partes do filme, eu assisti com a mão no rosto e os dedos entreabertos sabe? Sou meio medrosa pra alguns filmes sim, e esse conseguiu ser ainda mais assustador que o primeiro. Mas infelizmente ele acabou a desejar com um ser nada a ver que apareceu em determinada cena, que apareceu meio avulso e destoou totalmente do resto do filme, e vocês vão saber quando virem sem nem eu precisar falar o nome.


Uma cena de respiro


Tem uma cena nesse filme, um pequeno momento de respiro, pro público e principalmente pra família que está passando por todo aquele desespero. É uma cena simples, mas muito bonita e que faz toda diferença, e acredito que é partir daquele momento que é criado um vínculo maior dos Warren com a família, necessário pra reviravolta do final. Será fácil para vocês perceberem qual a cena, quando virem, mas caso queiram uma dica, envolve música.


Apesar do final acabar ficando um pouco corrido e de uma coisa ou outra um pouco sem sentido, pra mim Invocação do Mal 2 conseguiu ser ainda melhor e mais assustador que o primeiro. Se quiserem conferir o trailer, só clicar aqui.

Mas já falei demais, agora quero saber de vocês se já viram o filme e o que acharam (sem dar spoiler pros coleguinhas hein?), deixem nos comentários as opiniões de vocês.


20/10/2016

O Vilarejo

||


Essa resenha será bem curta, mais curta do que já normalmente é, pois O Vilarejo conta com apenas 92 páginas e muitas ilustrações. Então não tenho muito o que dizer para não entregar o conteúdo do livro.




Nele temos 7 contos que se passam com personagens no mesmo vilarejo. Inclusive, há personagens que aparecem em mais de um conto, mesmo que não seja ele o foco principal da história.

A boa ideia do autor, é que cada conto relaciona-se com um pecado capital e um demônio diferente. Então é como se cada demônio fosse o causador de cada pecado e as histórias acontecem baseada em cada um deles. Por exemplo, no conto Banquete para Anatole, que é o primeiro, é relacionado a gula e ao seu demônio representante, Belzebu.



O terror apresentado no livro não é algo de causar muito susto, mas sim um horror sobre o que seres humanos são capazes de fazer. Apesar da possível dominação de cada demônio na história das pessoas, o que mais aterroriza aqui são as atitudes das mesmas. Ao longo dos 7 contos vemos atrocidades imagináveis, algumas dignas de causar ojeriza no leitor. Mas tudo se encaixa muito bem, e cada história não tem ponta solta, inclusive algumas se entrelaçam entre si.

Gostei bastante da leitura e fiz em apenas uma noite. E uma revelação do final do livro me deixou com um arrepio gostoso de espanto.

A diagramação do livro está sensacional e as ilustrações são incríveis. No mais, não há o que falar, só que adoro esse livro! E por isso é mais do que indicado!




19/10/2016

Medo de que?

||





- Qual é o seu maior medo?


Alguém ou você mesmo (a) já se fez essa pergunta? Eu sei, é um pouco esquisito parar para pensar em nossos medos, afinal é bem mais fácil buscarmos esquecê-los, superá-los e por ai vai. Mas muitas vezes essa não é a melhor coisa a se fazer. 

Quando eu era pequeno me borrava de medo, em relação aos filmes de terror. Mas volta e meia acabava dando uma espiada neles, mesmo sabendo que aquilo resultaria em algumas noites mal dormidas. A ideia de existir algo real ou semelhante àquele universo me dava calafrios. 

O tempo passou e eu descobri que muitas vezes um filme de terror pode de fato ser mais assustador que a vida real, mas normalmente é o contrário. Ultimamente, o que me dá mais medo não são os espíritos, demônios, vampiros e demais personagens clássicos do terror, mas sim a humanidade, o que de certo modo me inclui. É muito triste imaginar que muitos de nós vivemos com o objetivo de fazer mal ao outro. Mais triste ainda é quando nos damos conta que muitas vezes quem pode nos causar medo somos nós mesmos ou nossas ações. 

Enfim, o medo sempre estará presente em nós e não há uma maneira de nos libertarmos do mesmo. O que podemos fazer é nos manter vivendo, buscando enfrenta-lo sem tanto receio, mesmo quando existir uma pontada do tão mencionado “medo”. 



Observação: Quando a Nati, me chamou para escrever sobre “Medo” fiquei muito feliz por dois motivos, são eles: 1ª O assunto é bem complexo, mas muito bacana de se abordar. 2ª Eu queria fazer com que o leitor refletisse sobre o assunto, e espero realmente ter conseguido. 


Texto escrito pelo blogueiro convidado, Renato Almeida, do blog Realidade Caótica



Especial de Halloween - programação

||


Ei pessoal!
Hoje dou início ao Especial de Halloween aqui do Ei Nati!
Eu amo tanto essa data, que me empolguei e me dediquei bastante pra fazer algo bem legal e bonito. Espero que gostem!

O Especial começará hoje às 19hrs, esse aqui é apenas o post de apresentação e com a programação certinha, para aqueles que gostam de saber o que vão acompanhar. Serão 13 dias e 13 posts saindo sempre às 19 horas, e estarão sinalizados sempre com essa imagem acima. Em alguns dias a programação normal do blog continuará, ou seja, terão dias que o Ei Nati ficará com duas postagens, mas para descobrir vocês terão que acessar sempre. E na fanpage do blog trarei algumas curiosidades durante esses 13 dias, que não estarão aqui no blog, e algumas brincadeiras também, só pra interagirmos um pouco. ♥

Espero que gostem!


17/10/2016

Os Três

||



Um livro onde quatro acidentes de avião acontecem ao mesmo tempo, causando a morte de centenas dos passageiros e onde sobrevivem apenas três crianças. Um livro onde em uma última gravação de uma das passageiras deixa subtendido que há um mistério envolvido. Tudo isso já seria o suficiente para o livro ser surpreendente e maravilhoso não é mesmo? Não!

Apesar desse livro dividir muitas opiniões dos leitores, eu o peguei para ler com a impressão que eu ia gostar dele. Mas na verdade, a única coisa que não me fez abandona-lo foi minha curiosidade sobre o motivo daquilo tudo.

As tragédias com os quatro aviões acontecem em pontos diferentes do mundo e após isso, apenas três crianças sobrevivem, uma de cada acidente.A partir daí acompanhamos a vida das famílias das crianças, como a impressa afetaria a vida deles e como as pessoas vão superando e encarando essa desgraça e esse milagre. Os Três é contado como se fosse um livro dentro de um livro, pois é uma compilação de histórias e fatos feita por um jornalista que iria publicar um livro sobre esse dia, que ficou conhecido na história como a Quinta-feira Negra.

Esse ponto de vista de ter um livro ficcional dentro do livro real é interessante, porém a forma como os capítulos foram arranjados deixou tudo confuso. Cada capítulo tratava de um parente de uma criança diferente. Então o leitor fica conhecendo os membros das famílias, suas crises, suas dificuldades e ainda fica conhecendo alguns amigos e afins. Ou seja, são muitos personagens para pouco conteúdo.

Se não houvesse tantos personagens com situações a contar, talvez tivesse dado certo. Mas ao ponto que eu ia lendo eu já não sabia mais quem estava narrando, a quem estavam se referindo. Então ficou tudo chato, massante e desinteressante. Eu não consegui criar nenhum vínculo com os personagens e nem ao menos as crianças sobreviventes se mostraram personagens interessantes. A única coisa que me movia a ler era a curiosidade de porque apenas crianças sobreviveram, mas em nenhum momento a leitura instigou minha curiosidade. Eu cheguei ao ponto de pular várias páginas em diversos momentos somente para terminar logo.

Apenas nas últimas vinte páginas, quase um epílogo, é que a autora conseguiu acelerar a história e criar um bom suspense, o que deveria ter sido feito desde o início. Mas mesmo assim não foi bom o bastante, pois ela conseguiu mudar completamente aquela que havia sido a melhor personagem do livro e com isso arrasou o final que foi dúbio.

Infelizmente, eu fui mais uma leitora que não gostou do livro, mas como sempre digo nenhuma resenha é absoluta, então se quiser se aventurar leia Os Três para tirar suas próprias conclusões. Mas para mim foi uma total perda de tempo.


15/10/2016

Wishlist moda e beleza

||
Ei! ♥

Percebi que tenho falado pouco sobre feminices por aqui, falando somente com esmaltes, então estou me programando pra falar mais um pouco, ok? Mas sem me perder muito, afinal aqui eu falo e trato apenas de coisas que gosto, e esses assuntos mais "femininos" sempre me agradaram, mesmo eu não sendo tão vaidosa quanto gostaria rs.
Hoje fiz uma wishlist de alguns itens de moda e beleza que estou amando e querendo muito! Infelizmente esse post não é patrocinado,viu? =( Apenas juntei os itens desejados.


9. Flox V


Perceberam que a lista é praticamente acessórios né? Bolsas e sapatos. Depois quero fazer uma só de roupas.
Deixem nos comentários, quais outros posts de feminices gostariam de ver aqui no blog.


12/10/2016

5 animações com animais para assistir hoje

||

Ei meu povo!
Hoje é aquele dia de presentear as crianças, e dia que nós adultos damos aquela desculpa esperta pra poder se deliciar com muitos doces e comidinhas gostosas e se divertir feito criança. Aliás, não deixem nunca morrer a criança dentro de vocês, não deixem que a responsabilidade do dia a dia, o peso das contas deixe abater aquela alegria inocente que tínhamos quando éramos mais novos, por isso sempre que puder, brinque, ria, sem pensar em problemas ou no amanhã.

Por conta da data, trouxe uma pequena lista de animações com animais para assistir sozinho, ou com os pequenos, porque já viram crianças gostarem mais de outra coisa do que animais? É um amor quase instantâneo, e muita curiosidade envolvida, é claro.
Todos os filmes citados aqui, tem classificação livre, mas creio que um ou outro, nem todas as idades conseguirão entender, mas mesmo assim tem imagens bem belas. Vem conferir.


A Lenda dos Guardiões


Essa é uma das animações mais bem feitas que já vi na vida. Na verdade é mais um filme animado. E é produzido pela Warner. Nesse filme todo estrelado por corujas, ele ensina sobre coragem, o poder da amizade, de não desistir dos seus objetivos. O filme além de lindo esteticamente, tem uma historia e uma mensagem muito bonita, e é baseado na série de livros de mesmo nome.


O Bom Dinossauro



Na minha opinião, O Bom Dinossauro é a animação para criança mesmo, até os mais novinhos, pois é uma aventura bem fofinha da amizade de um dinossauro com um humano. Mas além de ser fofinho e ter muita coisa de O Rei Leão, para mim não passou disso, pois não sou o público alvo, mas com certeza irá agradar aos pequenos.


Irmão Urso


Irmão Urso é uma das minhas animações favoritas da vida! É tão lindo, fofo, emocionante e passa uma mensagem lindíssima de amizade e companheirismo. As crianças vão adorar e os adultos também ;)


Como Treinar o Seu Dragão


Outra animação de excelente qualidade estética, produzida pela Dreamworks. E aqui temos uma animação que vai agradar todas as idades, mas principalmente os adolescentes e mais velhos. Uma aventura entre vikings e dragões e tem a coisa fofa do Banguela ne? ♥ Mais um filme baseado numa série de livros de mesmo nome.


Zootopia

 

Zootopia foi um dos melhores filmes dos últimos tempos e com certeza a melhor animação. É sensacional como eles retratam uma cidade toda e somente com animais. O filme é cheio de referências e representatividade e ainda consegue ser engraçado. Foquem na cena das preguiças, é de chorar de rir.


Agora vão lá correndo, assistir os filmes que indiquei e depois me digam aqui quais vocês mais gostam :D


10/10/2016

Resultado: Top comentarista Setembro

||


E aí minha gente!
Hoje é dia de conferir o resultado do top comentarista de Setembro, vamos lá!

No mês de Setembro foram 16 postagens válidas, nessas 16 eu fiz um sorteio para descobrir os dois posts selecionados.



As postagens em ordem foram:




Então já sabem que o resultado do 1º e 2º lugar sairá desses posts, respectivamente.

Em cada um desse, teve 6 comentários, e o resultado final foi este:




Parabéns as duas!! Márcia como primeiro sorteada, fica com o livro Azeitona. E Eduarda fica com o kit de 25 marcadores. Entrarei em contato com vocês essa semana e vocês terão até 48 horas para responder, senão outro sorteio será feito.

A quem não ganhou, não fique triste pois está rolando o top comentarista de outubro aqui no blog!


© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.