18/01/2017

O Pássaro

||




Sinopse: Caroline Mondevieu é filha de um poderoso Barão e tem tudo o que uma dama da época poderia querer: status, riqueza e um ótimo partido para se casar. Seus sonhos, no entanto, vão muito além de vestidos caros ou um bom marido; ela quer ser dona do próprio destino. Sua vida muda completamente quando encontra Bernardo, um charmoso domador de cavalos que parece ter o dom de irritá-la. Eles não conseguem se entender até quando percebem que, para alcançar o sonho em comum da liberdade, terão que passar por cima das suas diferenças e se unirem num arriscado plano que promete transformar suas vidas para sempre. Grandes emoções os aguardam em sua jornada; perseguição, mistérios, ciganos e o despertar de um sentimento que insiste em se manter escondido. Mas o que parece tão simples envolve muito mais magia e coincidências que eles podem imaginar, além da descoberta de segredos, até então, muito bem guardados. Uma história romântica e surpreendente que irá prender sua atenção desde a primeira página. Você está preparado? 




*resenha repostada do antigo blog*


Aí vai mais uma resenha de um livro que mexeu demais comigo... Esses autores nacionais querem me matar!

O Pássaro é um romance histórico que conta a história de Caroline, uma jovem determinada, sonhadora e valente, filha do Barão de Mondevieu e da submissa Antonelle, irmã da doce Elizabeth. Conta também a história de Bernardo, outro jovem sonhador, determinado e valente, porém domador de cavalos da casa.

Caroline sempre teve o sonho de ser livre, sempre foi contra injustiças e contra as convenções impostas pela socieadade patriarcal e machista da época. Após um momento entre Caroline e o pai, quando ainda era criança, sua sede por liberdade aumentou ainda mais. Nesse momento, não posso deixar de destacar o personagem mais odioso do livro e o mais odioso do ano até agora, o Barão Enézio, homem arrogante, prepotente, frio e cruel.

Por outro lado, nossa protagonista sempre teve o carinho da mãe, que apesar de submissa, tem o coração cheio de amor para tentar amenizar o sofrimento das filhas, através de carinho e histórias de sua família, como sobre o colar que pertenceu a sua mãe.

Elizabeth, não é tão corajosa quanto a irmã, mas é uma jovem doce e cheia de sonhos também, que aceita mais tranquilamente as convenções de casamentos arranjados em busca de um amor.

Quando já adultos, Bernardo e Caroline se reencontram. No primeiro momento esse encontro parece não dar certo, eles irritam-se mutuamente; mas aos poucos, por conta do desejo de ambos de encontrarem a liberdade, esse sentimento vai suavizando e modificando.

Nessa busca incessante, eles encontram novos personagens, como a sábia Nuha, quem vai ajudar muito na descoberta de novos sentimentos do casal.



No ponto dessa partida de Bernardo e Caroline, podemos associar à fuga de um pássaro engaiolado, pois mesmo estando com a tão sonhada liberdade nas mãos, eles pareciam presos a algo e não totalmente livres, assim como este pássaro, que sempre haveria de voltar, em busca de comida, por exemplo.


Talvez o que eu precise não seja alçar voo, mas parar de insistir em me manter nos ares." 
p. 76

O sentimento que vai surgindo entre os dois é algo tão sutil e ao mesmo tempo intenso, que é impossível não nos envolvermos e torcermos até o fim, para que alcancem o que tanto procuram. Bernardo, tão carinhoso e fofo, sempre protegendo Caroline, de todas as formas possíveis e de todos os perigos que poderiam vir.

Me apaixonei por esse casal e sofria com eles a cada susto, tinha vontade de pegá-los pelos braços e mostrar a eles que o sentimento que eles estavam sentindo era forte, era real, era deles e era para aproveitá-lo. Era o momento deles.

"Nenhum deles constatou essas frações de segundo em que tudo foi tão verdadeiramente intenso. Caroline associou à novidade. Bernardo, ao impulso. A nenhum dos dois ocorreu a possibilidade de associar aquela loucura toda ao amor."
 p. 188

Chorei muito durante a leitura, principalmente no fim. Foi impossível não me encantar e envolver por toda a história e detalhes, por todas as reviravoltas que Samanta deu ao livro. Demorei um tempo para aceitar um certo ponto, confesso. Precisei me acalmar, respirar fundo e entender que o livro, o sentimento, não era só amor homem e mulher, mas algo muito maior, o que envolvia os dois, o que envolve os leitores, é algo maior do que podemos ver nas letras, é maior do que um beijo, ou um toque. É a busca por um objetivo, por um sonho, o que movia e unia os dois e o que fez nascer e crescer este amor tão bonito entre eles.

O Pássaro me fez pensar, refletir... Qual o meu sonho? Qual o tamanho do meu voo para alcançá-lo? Tenho asas, poder voar só depende de mim.

31 comentários:

  1. Nati, nunca li nada da Samanta, mas confesso que tenho curiosidade, uma vez que a trama parece ser bem emotiva e tem o lado do romance de época que eu adoro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi nati,esse livro mexeu bastante com suas emoções não?!
    Não me recordo de ter lido nada sobre essa história, e fiquei curiosa em ler o livro pelas emoções que ele gera.
    Sem contar a capa que está linda!

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Ainda não tive nenhum contato com a escrita da autora, mas essa capa é um colírio aos meus olhos! Como ela é bonita!!
    A premissa é bem interessante e fiquei intrigada para conferir esse casal que tanto sofre juntos e me emocionar/encantar com eles.
    Parece que o livro brincou com suas emoções e espero que quando fizer a leitura aconteça o mesmo comigo!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. História emocionante, espero que goste quando fizer a leitura.
      Beijo

      Excluir
  4. Olá!
    Preciso MUITO ler esse livro.
    Só leio elogios à obra, o que me deixa ainda mais curiosa para conhecer essa história, que acredito tem tudo para me agradar.
    A maneira como a autora desenvolveu o enredo e as reflexões que parece causar aos leitores, tudo faz com que queira ler esse livro pra ontem.
    Irei lê-lo assim que possível.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a autora nem o livro.
    Capa linda não?!
    Gostei muito d sua resenha, parece ser a principio mais uma daquelas clássicas histórias de amor, esses romances que vemos m quase todos os livros, mas parece que se tornou algo mais...
    Gosto disso!
    Beijinhos!!

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você resumiu bem o livro, parecia só um romance e se tornou algo muito maior.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Nati.
    Eu estou precisando ler mais romances históricos porque percebi que não é gênero constante nas minhas leituras e este me pareceu ser um aboa pedida porque a protagonista se apresenta de forma forte e independente, apesar da repressão patriarcal da época.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Eu não conhecia esse livro e já fiquei animada para ler! Gostei do enredo e principalmente da forma como se sentiu ao ler o livro. É tão magico se sentir desse jeito durante a leitura, vou tentar ler em breve!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Tenho a primeira edição desse livro, e aliás acho a capa dele muito mais bonita. Mas enfim, a história é o principal... Rs... Ainda não consegui ler, mas gostei de saber que ele te fez refletir sobre qual é seu sonho e o que estaria disposta a fazer para alcançá-lo. Achei muito legal a obra ir além do romance e o amor ter surgido devido a busca de um objetivo em comum. Espero conseguir ler esse ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também prefiro a primeira capa rsrs
      Tomara que consiga ler =)

      Excluir
  9. Pelo jeito essa é uma leitura que desperta vários sentimentos no leitor. Adoro quando um livro faz isso comigo. Nunca li nada da autora, mas fiquei bem interessada em ler, gostei da premissa e de saber sua opinião da leitura.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma chance a ele, não vai se arrepender!
      Beijo

      Excluir
  10. Olá, tudo bem?
    Nunca li romances históricos, mas não sou muito fã de romance, nem nada de época, então acredito que não daria muito certo comigo. Mas gostei muito do nome do livro e do seu simbolismo :)

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Nati, tudo bem?

    Eu gosto de romances de época, mas tenho meus autores já pré-selecionados, pois sei que a maior parte de suas publicações fazem meu gosto. Provavelmente vá deixar este de lado, mas indicarei a uma amiga que é apaixonada pelo gênero.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou torcer pra que dê uma chance a ele =)

      Excluir
  12. Oi Nati.

    Eu já tinha visto a capa no Skoob, mas ler resenha sobre ele a sua é a primeira. Gostei bastante da sua opinião que mostrou que posso preparar meus sentimentos que irei me emocionar durante a leitura. Ainda mais sabendo que é um romance de época, eu vou querer adquirir, porque além de ter poucos livros do gênero, eu tenho gostado das histórias que tenho encontrado do gênero.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha ao ponto de se interessar em ler!
      Fico feliz em saber disso.

      Beijo

      Excluir
  13. Oi Nati, tudo bem?
    Nunca li nada da autora até o momento, mas me encantei com a premissa do livro e cm o pouco que pude ficar sabendo através da resenha. Amo livros de época, e simpatizei muito com a protagonista que mostra ser uma personagem forte e que conquista o que quer. Já adicionei a lista de desejados e adorei saber da existência deste livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torço pra que você consiga ler logo, depois me conte o que achou ;)
      Beijo

      Excluir
  14. Oi, Nati!
    Fico feliz de saber que, além de Quero Ser Beth Levitt, também tenha gostado desse! ^_^ Fato é que todos os livros da Sam, cada um a seu modo, me cativaram e encantaram de algum jeito, e eles realmente deixam muitas mensagens lindas e inspiradoras por trás de seus enredos. Nesse caso, a história de Caroline é mesmo muito intensa e marcante; mesmo não tendo se tornado um favorito meu, gostei demais do livro, principalmente pela forma como a autora aborda a questão da liberdade tão procurada pelos protagonistas. Quantas emoções durante essa leitura, hein! <3
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Sam é sensacional né? Amo forte os livros dela.
      Beijo

      Excluir
  15. Menina, você acredita que não gostei nada nada desse livro?
    Pois é.
    Achei o Bernardo e a Caroline muitoooooo chatos e irritantes kkkkk
    Desculpe-me, mesmo!
    E o final foi muito surpreendente, e emocionante mesmo, até hoje não acredito que aquilo aconteceu, poxa... você já leu o conto sobre o Bernardo que a Samanta publicou depois?
    Esse foi bem fofo!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, acho que você é a única pessoa que comentou que não gostou kkkk
      Não li não, vou procurar depois.
      Beijo

      Excluir
  16. Querida Nati!

    Fico muuuuuuito feliz em saber que lhe proporcionei uma leitura tão gostosa e que, ao mesmo tempo, despertou em você reflexões tão importantes :)

    Desejo que você tenha sempre coragem e confiança para alçar os mais altos voos da sua vida!! Acredite, você pode chegar lá ;)

    Beijos no coração,
    Sam :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço Sam, por livros tão maravilhosos! <3

      Beijo grande.

      Excluir

Sejam bem-vindos e comentem a beça!

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.