06/04/2017

Reconstruindo Amelia

||


Amelia é uma adolescente estudiosa e que não dá trabalho a sua mãe Kate, advogada competente e um pouco ausente em casa. E um belo dia quando Kate está em reunião recebe uma chamada da escola da sua filha, ela estava suspensa e precisava de um responsável para busca-la. Mas isso era algo muito incomum, pois Amelia era uma excelente aluna, por que seria suspensa?
Kate acaba se atrasando e ao chegar na escala há uma movimentação suspeita de bombeiros e policiais, alguma coisa terrível havia acontecido e ela como mãe já sentia o que tinha acontecido. Aparentemente Amelia não aguentou a suspensão e se jogou do telhado da escola, vindo a óbito.

Kate ficou sem chão, sua filha amada tinha se matado, como isso poderia ter acontecido? E para aumentar o tormento dessa mãe, ela começa a receber mensagens "Amelia não pulou"; a partir disso ela sai em busca da verdade do que aconteceu aquele dia na escola.

O livro intercala capítulos com a visão da Amelia e da Kate, e também de um blog relacionado a vida dos estudantes e capítulos com status de facebook da Amelia e capítulos de conversa com seus amigos. Isso torna a leitura ainda mais dinâmica.

Li Reconstruindo Amelia em apenas um dia, pois fiquei totalmente imersa na história. A autora construiu um história maravilhosa, super amarrada, instigante e por vezes revoltante. Alguns personagens me deixaram indignadas e com raiva, personagens esses do núcleo escolar.


Ao longo da leitura, fui descobrindo uma Amelia que nem mesmo sua mãe conhecia, e fui acompanhando Kate em sua dor e sentimento de impotência. Deu para ver o quanto o ambiente escolar pode ser cruel e assustador e quanto as escolhas podem gerar consequências não tão agradáveis.


Várias revelações me surpreenderam ao longo do livro, o final também foi inesperado mas apesar de caber bem na história criada, eu esperava algo diferente e fiquei levemente decepcionada. 
Mas a autora soube como ninguém construir uma história bem amarrada, que não deixa furos, instigante e angustiante.

Já leram? Deixem comentários com as opiniões de vocês.

4 comentários:

  1. oi Nati, esse não é meu tipo de livro, mas eu fiquei curiosa com a perspectiva do livro geral, os segredos me atraem

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nati,
    Já tinha visto a capa deste livro nas livrarias, mas não sabia que se tratava de um tema tão sério. Um pai ou mãe ter que encarar a morte de um filho deve ser a pior situação a se enfrentar na vida. Amélia era uma adolescente e, imagino que como os outros, tinha alguns segredos escondidos da mãe. O que não é errado, afinal de contas todos temos uma vida privada, mas é quando acontece uma tragédia como essa que os pais se perguntam o que estava acontecendo ou o que causou isso e essa dúvida deve ser o pior sentimento com o qual conviver. Achei esse plot muito interessante e, com certeza, é uma leitura que vou querer realizar.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não conhecia o livro, a minha primeira impressão foi um pouco angustiante com o relato da chegada de Kate na escola e a situação descrita, essas coisas me angustiam, mas tem um lado investigativo, o que foi que realmente aconteceu com Amélia? Isso me faz ter vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  4. Nati!
    Li ainda não, porém fiquei com vontade, porque pelo visto, as reviravoltas são grandes no decorrer do enredo, Amélia não é a pessoa que todos pensavam que fosse.
    Uma pena que o final não foi do seu agrado.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “ O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios.” (Samuel Johnson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos e comentem a beça!

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.