11/09/2017

Como não enlouquecer?

||


(dê o play e escute a música enquanto lê)

Sim, eu sei que o título do post pode parecer estranho e até um pouco exagerado, mas sinceramente não consegui achar um outro que representasse melhor esse post que me veio a mente fazer. 
Você hão de concordar comigo que o mundo está uma loucura, abrimos as redes sociais ou vemos as notícias e só encontramos criminalidade, impunidade, violência e crise financeira. São esses temas que tem envolvido nossa vida ultimamente e sinceramente é mito fácil perder a sanidade no meio disso tudo. Além disso, cada um tem seu inferno particular, aqueles momentos ruins que parecem que não vão passar nunca, aquela falta de dinheiro e/ou emprego que parece que nunca termina, ou até infelizmente um problema de saúde.
A vida, meus amigos e amigas, não tem sido fácil, inclusive pra mim. Oportunidades de trabalho cada vez mais escassas, sonhos ficando cada vez mais distantes, ansiedade cada vez maior, entre outras situações que nos fazem desanimar, que me fazem desanimar também. Por isso a pergunta do título do post é tão importante nesse momento, como não enlouquecer? Como continuar sã em meio ao caos? E é sobre isso que vou falar hoje. Não são dicas infalíveis, não há receita de bolo que vá funcionar com todos, mas são coisas que funcionam comigo e que pode ajudar um pouco quem está do outro lado da tela.


Desabafe!

Existe uma velha máxima que diz "você não precisa aguentar tudo sozinho". Na verdade essa máxima não existe, mas nem por isso deixa de ser uma grande verdade e quase absoluta. Independente de você ser uma pessoa solitária ou gostar de estar só, você não precisa levar o mundo nas costas, você não precisa guardar todos seus problemas pra você, não é fraqueza alguma dividir com alguém; compartilhar seus sentimentos, aliás, é muito bom pra mente e alma. Então, desabafe! Procure alguém que você confia, alguém que você se sente bem conversando, as vezes vocês nem costumam conversar sobre assuntos mais densos, mas se existe confiança e respeito, se abra com essa pessoa. Se por acaso não tenha alguém mas gosta de escrever, desabafe em forma de textos, diários, poemas. Mas não guarde dentro de você, todos seus medos, todas as suas inseguranças. Você vai se sentir mais leve, vai se sentir bem. Eu particularmente, tenho uma pessoa muito especial em minha vida a qual sei que posso conversar sobre tudo e desabafar e também sou os ouvidos e ombros dessa pessoa e essa troca ainda ajuda na nossa vida enquanto casal.


Ajude outra pessoa

Vocês já repararam quando fazemos alguma boa ação a alguém, o quanto nos sentimos bem? Pelo menos comigo é assim. Então essa é a segunda dica, ajude outra pessoa. Não com a intenção de se sentir bem, mas com a sensação de fazer o bem. Geralmente aqui em casa, quando um não está bem o outro vai e ouve, abraça, tenta animar. Quando os dois não estão bem, e um dos dois faz isso, ele acaba se contagiando também de coisas boas. Fora que quando ajudamos alguém, seja como for, acabamos esquecendo um pouco dos nossos problemas. Então, como você vai fazer não é o que importa, o importante é fazer. Queira ver o sorriso do outro, queira ver o bem se espalhar, seja com um sorriso, seja ouvindo, seja doando seu tempo. Gratidão gera gratidão.


Aprecie os pequenos momentos

Essa é a dica que dou de coração aberto e o que mais tem me ajudado nesses momentos difíceis. Apreciar os pequenos momentos, ficar contente pelas pequenas conquistas. Podem ser bem pequenas mesmo, sabem? Uma comida boa que você queria comer há tempos e conseguiu. Toda alegria é bem-vinda e toda conquista deve ser comemorada e sentida com muita felicidade, pois só assim conseguirá reconhecer quando as coisas grandes e maravilhosas começarem a acontecer. Aqui, nós vivemos cada momento, aproveitamos cada momento. Não vou dizer que é algo fácil, é uma prática diária, mas isso é uma das coisas que mais me ajuda a ficar firme e não desistir.


Essas foram as dicas principais que queria compartilhar com vocês. Além disso, arrume sempre um tempo pra você, pra fazer coisas que gosta, seja acompanhada ou sozinha, seja ler um livro, ouvir uma música, o que for.
Pois com isso tudo, o mais importante é que vocês não se esqueçam, que você não se esqueça, você merece ser feliz!


5 comentários:

  1. Uma coisa que comecei a aplicar na minha vida é a apreciação dos momentos, eu não fazia isso, sempre buscava a felicidade maior suprema e esquecia de ver as pequenas coisas que me alegravam e me motivavam! A partir do momento que comecei a ver as coisas de modo diferente me senti mais leve e mais feliz!

    ResponderExcluir
  2. ótimas forma de não pirar de vez, pra mim não pareceu exagerado o titulo, não sei pq hahaha

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu post. Certamente apreciar os pequenas momentos da vida tem me ajudado muito.

    ResponderExcluir
  4. que texto mais lindo e verdadeiro, as vezes a gente pensa que precisa fazer milhões de coisas, ter milhões de facetas quando na verdade a única coisa que devemos buscar é a felicidade diária

    ResponderExcluir
  5. Ameio o post, só verdades e texto maravilhoso

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos e comentem a beça!

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.