14/08/2018

As figuras paternas de Harry Potter

||

Domingo foi Dia dos Pais e eu queria que esse post tivesse saído antes disso, mas como já sabem, eu sou muito enrolada. Hoje vamos falar um pouco sobre algumas figuras paternas que o Harry teve ao longo da história, mesmo não tendo o seu pai, James Potter. Essas figuras vieram naturalmente por amigos, professores e padrinho.

Hagrid



A primeira figura paterna, cronologicamente falando e um dos mais injustiçados nesse posto é o Hagrid. Rubeo Hagrid foi quem levou Harry ainda bebê na Rua dos Alfaneiros, nº4. Foi quem lhe deu a notícia de que era um bruxo e que iria frequentar Hogwarts. Foi quem o acompanhou nas compras pro primeiro ano da escola, foi quem lhe presenteou com Edwiges e foi um amigo fiel de Harry, Rony e Hermione durante todo o tempo. E no fim, numa das cenas mais emblemáticas dos oito filmes, quem carregou Harry foi ele, nosso meio-gigante preferido. Por Hagrid ser um pouco desligado e muito ingênuo, alguns não o veem como uma figura paterna pro Harry, mas sim como um irmão mais velho. Mas ser visto como um irmão mais velho não é demérito algum, muitos são criados por seus irmãos mais velhos. Acredito que Harry nunca tenha o visto como um pai, por ele sempre estar metido em alguma confusão, e ter esse jeitão parceiro desligado que só ele tem.



Dumbledore


A segunda figura e provavelmente mais importante, com certeza é Dumbledore. O professor e diretor sempre foi uma presença muito forte na vida do Harry, tanto que desenvolveram uma amizade e lealdade muito forte por parte do garoto. Lealdade essa que foi demonstrada em vários momentos da saga. Apesar de Dumbledore manter a distância em alguns momentos, afinal ele era o diretor da escola e não podia mostrar publicamente sua preferência por ele, sempre esteve ali dando conselhos pontuais e muito importantes na formação de caráter de Harry. Harry sempre o viu como alguém que pudesse contar e proteger em todas as situações. 

Arthur


Arthur Weasley é provavelmente a figura de pai mais comum a nós meros mortais. Aquele homem de bem que trabalha arduamente pra dar o sustento de uma família de sete filhos. Tem um bom coração, é amável e carinhoso com a esposa e sempre está disposto a ajudar. Ele e Molly praticamente adotaram Harry como filho. Os enchem de amor e cuidado, além de cama quentinha e comida fresquinha quando ele está na Toca.

Lupin


Mais uma presença de um amigo, mas não menos paterno por isso. Lupin é provavelmente um dos professores preferidos de todos os alunos de Hogwarts e de nós também. Ele estava sempre disposto a ajudar com muita paciência. É um bom amigo, leal, justo. Mesmo enfrentando a licantropia, Lupin não deixava de ajudar os amigos, incluindo Harry, a quem ensinou a conjurar o feitiço do Patrono. Harry ainda foi escolhido como padrinho do filho de Lupin e Tonks. O fato de Lupin ter sido muito amigo de James Potter, também o aproximou de Harry.

Sirius


A figura paterna que Harry mais considerava como tal, seu padrinho Sirius Black. Depois de descobrir a verdade sobre Black e que ele era o melhor amigo do seu pai e também seu padrinho, o sonho de Harry ter uma família e um lar pra chamar de seu, finalmente estava ali diante dele. Por conta disso, o menino se apegou tanto a Sirius e sempre recorria a ele em momentos de incertezas. Infelizmente, e sem motivo algum, essa relação tão bonita foi tirada de Harry da forma mais banal e estúpida que teve nos livros. 


Como podemos ver, Harry foi cercado de bons homens que o ajudaram e apoiaram em vários momentos de sua vida e quem, de certa forma, ajudaram a formar o homem que Harry Potter se tornou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.