06/06/2017

A Arte de Correr na Chuva

||

A Arte de Correr na Chuva é aquele tipo de livro que te emociona mesmo você já sabendo o que vai acontecer no final. Essa é a história de Enzo, e no fim dos seus dias ele vai nos contando como foi toda sua vida ao lado do seu dono Denny, da esposa dele Eve e da filhinha deles Zöe. Enzo vai morrer, mas isso não é spoiler, isso está na sinopse do livro e essa é a base de toda sua história, quando um cachorro super inteligente resolve fazer uma retrospectiva de sua trajetória naquela família onde ele foi tão amado.

Desde pequeno, Enzo assiste corridas de Fórmula 1 com seu dono, que é um piloto de testes, cuja competência poderia evoluir tranquilamente para um piloto oficial. Por conta desses vários vídeos Enzo se torna fã de Ayrton Senna. O interessante ainda é que em vários momentos ele vai fazendo metáforas da vida com uma corrida e como o piloto se porta diante das dificuldades climáticas e na pista e de como devemos nos portar diante da vida.


Enzo ainda acredita que quando ele morrer, ele voltará em outra vida como humano, na verdade ele é bem mais humano que alguns personagens do livro e muito humano que a maioria das pessoas aqui do mundo real. Enzo está sempre ao lado da família, apoiando durante a doença de Eve e em todas as outras dificuldades que Denny vai passando ao longo da história.

"- Às vezes eu acho que você realmente me entende. É como se existisse uma pessoa aí dentro. Como se você entendesse tudo.
Eu entendo, disse a mim mesmo. Eu entendo."   


O desfecho é algo surpreendente e algo que não esperava, onde Enzo pode mostrar ainda mais o quanto estava presente na vida daquelas pessoas.


O livro como vocês já podem ter reparado, é narrado em primeira pessoa, pelo Enzo, exceto os momentos de diálogo. Mas nem por isso temos uma narração infantilizada por ser feita por um cachorro, mas sim pensamentos muito bem construídos e metáforas com as corridas muito inteligentes. Os capítulos são curtos e alguns são intercalados com capítulos de uma página onde Enzo fala somente sobre corrida, Senna e a comparação com a vida. Além disso, o livro  tem uma bela diagramação, com imagem de Enzo no início de alguns capítulos e com ele deitado no rodapé de todas as páginas, a editora Ediouro está de parabéns pelo caprichoso trabalho.

A Arte de Correr na Chuva é um daqueles livros que te faz pensar e querer ser alguém melhor, aquele livro que te emociona sem ser piegas. Uma história linda de amor entre o cachorro e seu dono, um dos exemplos de amor, mais sinceros que existem.

Aguardo os comentários e opiniões de vocês ;)

12 comentários:

  1. Que maldade indicar livro que faz a gente morrer em lágrimas kkkkk. O livro parece bem profundo e da forma que tu contou parece bem escrito e de bom enredo e escrita, não leria atualmente porque não aguento mais sofrecência porém gostei.

    ResponderExcluir
  2. Oiee!!

    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha, me parece daqueles que eu ia amar fazer a leitura e curtir o momento de reflexão. Anotado

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Não sou muito de ler livros com animais no enredo, acho que acabei de perceber isso enquanto lia a sua resenha, porém, esse livro me chamou bastante atenção. Achei a capa uma fofura e até fiquei com vontade de ler, mas, será que eu vou me acabar de chorar com essa história e sentir falta do Enzo depois que terminar? Porque se a resposta for sim, automaticamente já entra na minha lista de leituras, hahaha.

    ResponderExcluir
  4. nossa, só de ler a resenha ja quis chorar, essa relação animal/dono em geral é tão linda e Enzo parece ter boas histórias para contar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tenho medo de ler esse livro e me afogar nas minhas próprias lágrimas. Sério, não é uma boa pedida para mim, no momento. Vou deixar para depois, hahahahahaha.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  6. Já tombei com esse livro na livraria e já adicionei na minha lista. Estava separado com outros de animais que eu amei como Orson, Dewey, Christian e Marley. Mas ainda não tive a chance de lê-lo. Tenho certeza que irei chorar muito ❤

    ResponderExcluir
  7. História triste e sendo de animais parecem mexerem mais com a gente :'(

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Confesso que não lembro de ter lido algum livro em que os animais eram protagonistas, fiquei interessado e curioso sobre esse livro, vou pesquisar mais. Parece ser um lindo e emocionante livro.

    ResponderExcluir
  9. Que nostálgico! Quando eu era criança, tinha um vício danado por corridas e pelo Ayrton Senna hahaha parece bacaninha a leitura :)

    ResponderExcluir
  10. Apenas de por ser um livro narrado por um cachorro já quero, rsrs. Não consigo sentir mais nada além de amor quando penso em animais, e só isso ja é suficiente pra tentar ser mais parecida com eles.
    Bjinhos
    Jeh

    www.descoladamente.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não posso ler livros com animais que acabo sempre chorando. ahaha Eu li esse livro e é claro que chorei em várias partes. Adorei a tua resenha! <3

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Que indicação mais incrível. Não conhecia o título mas fiquei bem curiosa para ler. Imagino que seja um daqueles livros que nos apegamos e só conseguimos deixá-lo ao terminar a leitura. Parece ser bem triste, me fez lembrar um pouco Marley & eu. Gostei muito da indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos e comentem a beça!

© Blog Ei Nati - 2016. Todos os direitos reservados.
Personalizado por: Natália Rabelo - Ilustrações por: Pedro Figueiredo Ilustrador
Tecnologia do Blogger.