4 coisas que aprendi com o Ei Nati

31 julho



Hoje, 31 de Julho, além de ser aniversário de um dos personagens mais queridos da literatura e cinema, Harry Potter, é também aniversário do Ei Nati. O blog completa hoje 4 anos de vida! Uhuu!! Esse ano não teremos nenhuma promoção comemorativa, pois eu já estou acumulando muitos prêmios atrasados de outras sorteios rs, mas está rolando top comentarista pra 3 ganhadores (participa clicando aqui e comentando bastante).

De qualquer forma, um dia como esse não poderia ser esquecido, pelo contrário, tem de ser comemorado pois mesmo estando na blogosfera há 10 anos, eu aprendi e cresci muito com o Ei Nati e por conta do blog e de todo o trabalho de produção de conteúdo que faço na internet. Em gratidão e respeito a esses anos hoje venho falar um pouco sobre 4 coisas que aprendi com o blog.

Se você não arriscar, você não vai saber 

Como eu disse a vocês, estou nessa batalha de blogs há 10 anos, mas foi com o Ei Nati que eu mais me arrisquei. Mesmo morrendo de vergonha, eu criei o canal (que no momento está adormecido), mesmo sem saber como fazer direito, criei o instagram. E é isso que digo a vocês, se você não se arriscar você nunca vai saber como será, nem vai saber se você consegue fazer determinada coisa. Hoje já aprendi muito, na prática, no erro e acerto, que é como é na vida. Muitas vezes nos privamos de oportunidades, ou nos podamos de fazer algo que gostamos por medo de que não vá dar certo ou por vergonha e receio do que os outros vão pensar. E não tem de ser assim. Lógico que não é fácil, é um aprendizado diário, mas se lá atrás eu não me arriscasse a recomeçar com um blog do zero, e não me arriscasse em todas as outras coisas no caminho, não estaria aqui hoje falando sobre isso para vocês.

Orgulhar-se faz toda a diferença

Eu já disse aqui no blog e nas redes sociais algumas vezes que me considero uma blogueira montanha-russa, uma hora estou cheia de gás e na outra insegura e me achando ruim. Independente dessa mudança  de "humor" uma coisa que faz a diferença é orgulhar-se do que faz. Ano passado, o Ei Nati passou por uma grande mudança estética, ele ganhou uma logo nova linda e um layout novo e pela primeira vez responsivo. Eu posso estar desanimada o quanto for, eu olho pro blog e sinto um orgulho tão grande, uma alegria, aquele sorrisinho no canto da boca por ele estar tão perfeito e do jeito que sempre sonhei. Isso mantém a chama acesa! Mas não é só questão da estética, você também tem de orgulhar-se daquilo que cria, daquilo que você gosta ao fazer. Tem inúmeros posts aqui que eu penso "putz, isso tá tão incrível, não acredito que fui eu que fiz!" e sim fui eu, e sim eu posso e sou capaz de fazer coisas muito boas, e é nesse ponto que orgulhar-se faz toda a diferença.
No final desse post, estarão alguns dos posts que mais me orgulhei fazer nesses 4 anos de Ei Nati.

Menos é mais

Vocês devem ter percebido, mas a quantidade postagem nos últimos anos está infinitamente menor do que no início do blog e isso tem um motivo. Não é só resultado de momentos de desânimo, mas eu tenho cada vez mais focado em fazer conteúdo com o máximo de qualidade possível. Eu não quero apenas um post de encher linguiça só pra cumprir calendário, sabem? Quero pesquisar, quero fotografar, parar e escrever um post com calma pensando no que vou dizer. Não que antes os posts não tivessem qualidade, não é isso, mas a vida vai passando e muitas vezes vai nos cobrando tempo e preocupações em outras coisas e priorizar, por aqui, o lema menos é mais, ajuda a manter um espaço de qualidade e abastecido na medida certa.

Não confie só na sua mente, anote as ideias

Eu tenho uma péssima memória. Isso é um fato. Eu não raramente anotava/anoto as minhas ideias. Isso é outro fato. Mas não tem jeito, essas duas coisas tem de coexistir pra me ajudar a produzir. Não adianta só confiar na nossa mente, pois nossa cabeça sempre estará cheia de outras coisas e as ideias irão se perder. Já aconteceu várias vezes comigo, onde eu tinha uma ideia incrível e não anotava, ficava com ela na cabeça uns dias e depois magicamente tudo sumia e eu nem lembrava mais sobre o que era. Hoje eu tenho um caderno de ideias pro blog. Ainda não é o cenário ideal, pois não uso tanto como deveria, mas mesmo que pareça um começo tardio, é um inicio de uma organização e de uma forma eficiente de não esquecer as ideias. Então, façam sempre anotações, seja no celular, post-its, usem o que tiverem às mãos pra não deixarem passar nada.


Agora que estou escrevendo esse post, recapitulo o tanto que aprendi e o quanto eu poderia ficar falando por um bom tempo sobre isso. No meu perfil do instagram também haverá uma postagem especial, falando sobre coisas que espero daqui pra frente.
Aproveito pra deixar minha gratidão a todos vocês que me acompanham por aqui. A quem chegou no início, há muitos anos, no mês passado, ou quem chegou agora. Todos vocês fazem parte desses 4 anos de construção. Muito obrigada!

Me conte, como você conheceu o blog?



Outros posts para você ler:













Posts relacionados

5 Comments

  1. Mesmo eu estando aqui há pouco tempo e sim, sentindo falta de mais postagens, já vi que tem duas coisas aqui que me prendem: Respeito e amor aos livros!
    Então não há motivos para questionar e oh, tudo tem seu tempo.
    Fazer aniversário num dia tão especial e juntinho de Harry não é pra qualquer um rs
    Parabéns a você, ao blog, a tudo que você nos traz com amor e carinho!
    E que venham mais e mais anos de amor aos livros e a cultura!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelos 4 anos; que venham mais é mais de muitas leituras incríveis e momentos inesquecíveis.
    Gostei das suas dicas/aprendizados.
    Concordo com você, menos é mais. E qualidade é essencial.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. primeiramente queria te parabenizar por mais um ano de blog. dá p ver todo o amor e carinho q é depositado aqui.
    em segundo lugar, quero dizer q vc tem razão quando fala sobre se arriscar, mesmo com todos os receios. desde mt tempo eu quis criar algo na internet envolvendo a literatura e desisti. esse ano a ideia voltou e estou repensando. agradeço a dica de anotação, inclusive. às vezes tenho ideias, não anoto jurando q vou lembrar depois e nunca lembro. kkkk

    conheci o blog através do Google.

    parabéns mais uma vez. desejo ainda mais conquistas para vc!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelos 4 anos do blog!! Que venham mais posts de qualidade para te dar muito orgulho! Achei todas suas lições muito válidas e incríveis, minha memória também é péssima, funciono na base da anotação, então a última até me lembrou que, ontem antes de dormir tive um insight sobre uma coisa que queria escrever, mas não tinha como anotar na hora (vou tentar lembrar 100% e fazer isso agora). Entre todas, a que mais foi um puxão de orelha pra mim foi a primeira, o medo não chega a me paralisar, pois vou com medo mesmo, mas eu devia sempre lembrar que a vida é isso mesmo, não importa o erro e sim a coragem de tentar e a melhora constante. Sobre as outras duas não preciso nem comentar, pois acho super importantes também. Gostei mesmo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nati!
    Parabéns pelos 4 anos do blog, que esses sejam os primeiros de muitos e muitos anos que ainda virão pela frente, cheios de ótimas leitura!
    Comecei a acompanhar o Ei Nati, mesmo, recentimente, mas estou curtindo esse seu cantinho e pretendo está sempre por aqui.
    Eu amei o post e concordo com você, orgulhar-se faz toda a diferença, que você nunca perca o amor e orgulho de tudo aquilo e você faz!
    Bjos!

    ResponderExcluir